tabela cbhpm

Qual é o impacto da tabela CBHPM no valor da consulta médica?

Você sabia que existe uma padronização para o cálculo de honorários médicos? A tabela CBHPM foi criada pela Associação Médica Brasileira (AMB) visando a remuneração mais justa para os profissionais de saúde e transparência para os pacientes.

Com esta padronização, as clínicas têm mais facilidade ao realizar auditorias e controlar o faturamento. Isso porque os planos de saúde devem adotar os mesmos valores.

Assim, a concorrência fica a cargo da qualidade do serviço e não do preço mais atraente.

Essa tabela é utilizada por todas as operadoras de saúde, inclusive pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

Acompanhe o post e veja a importância da padronização para sua credibilidade, além de como você pode consultá-la!

O que é tabela CBHPM?

A tabela CBHPM é uma listagem que abrange todos os procedimentos e especialidades médicas. O objetivo é definir padrões de honorários para cada atividade profissional.

A sigla significa Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos. Sua criação teve apoio da Federação Nacional dos Médicos (FENAM), Conselho Federal de Medicina (CFM) e Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE).

A tabela CBHPM foi regulamentada pelo CFM em 2003 e implementada de forma progressiva. Até o reconhecimento pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), cada operadora de plano de saúde possuía sua própria tabela de valores.

Não havia padrão nos códigos dos procedimentos, hierarquização e os valores de remuneração para os médicos eram muito baixos.

Com a implementação da tabela CBHPM, foi estabelecido o Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde que devem ser cobertos pelas operadoras.

O que diz a legislação sobre a tabela CBHPM?

Apesar de a comunidade médica adotar a tabela CBHPM como parâmetro, uma ação judicial movida pelo Conselho Regional de Medicina do Espírito Santo declarou nulidade desse padrão em 2015.

A medida foi considerada como uma imposição ética abstrata. Esse adendo aparece na Resolução do CFM sobre a adoção da tabela, como informação extra a quem acesse o documento.

As variações regionais de preço já eram consideradas pela regulamentação da tabela. A indicação dos valores é aprovada pelas Comissões Estaduais e Regionais de Honorários Médicos.

Como calcular o valor da consulta com a tabela CBHPM?

Para calcular o valor dos atendimentos e padronizá-los, a tabela CBHPM criou faixas de valores de acordo com alguns parâmetros:

  • Complexidade técnica;
  • Tempo de realização do procedimento;
  • Grau de dedicação à atividade;
  • Nível de especialização do profissional.

Embora não haja indicação de valores monetários, os procedimentos são identificados de maneira padrão. Dessa forma, as clínicas podem utilizar a tabela como referência para fazer os cálculos.

A partir dessa classificação, a tabela CBHPM estabelece portes e subportes para cada procedimento. Isto é, esses valores são corrigidos para compensar perdas pela inflação.

Além disso, no cálculo, é considerada uma Unidade de Custo Operacional (UCO), que prevê gastos com desvalorização de equipamentos, imóveis, valores de aluguéis e folhas de pagamento.

Levando em conta tudo isso, a fórmula a que se chega para calcular os honorários é:

(Valor do porte x Valor do subporte) + (Custo Operacional x UCO) = Preço

Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) é a base para os reajustes periódicos dos valores da tabela. Atualmente, 1 UCO equivale a R$ 21,89.

Como calcular o valor da consulta com a tabela CBHPM?

Quais são as vantagens de usar a tabela CBHPM?

A padronização dos valores com a tabela CBHPM foi elaborada considerando a complexidade e os custos de cada atendimento.

Desse modo, as clínicas podem aplicar os valores da tabela e cobrar os honorários de forma que os pacientes não se sintam lesados.

Com esta padronização, eles não precisam fazer pesquisas de valores em vários locais. O diferencial da sua clínica estará na qualidade e não no preço.

Para os pacientes, também se torna mais fácil identificar práticas médicas cientificamente comprovadas e condutas corretas, validadas pelos órgãos da classe profissional.

Com uma relação transparente entre clínicas, médicos e pacientes, todos ganham!

Para os médicos, a hierarquização da tabela acarreta uma remuneração mais justa, já que sua formulação teve apoio de profissionais do país inteiro. Caso você atenda por convênio, o repasse dos valores não dependerá de uma tabela exclusiva da operadora.

Para as clínicas, a tabela CBHPM garante a eficácia dos serviços prestados. Além disso, o valor unificado nas cobranças de diferentes convênios facilita o controle do fluxo de caixa.

Com esta facilidade, os gestores de clínicas médicas podem ter uma visão melhor de gastos e receitas, fazendo projeções de custos e faturamento para promover melhorias.

Quer saber mais sobre planejamento financeiro para clínicas?A Feegow te ensina como planejar a rotina do seu negócio para ajudá-lo a crescer no mercado. Baixe nosso e-book!

Perguntas frequentes:

O que é tabela CBHPM?

É uma listagem que abrange todos os procedimentos médicos e especialidades médicas, cujo objetivo é definir padrões de honorários para cada atividade profissional.

Qual é o impacto da tabela CBHPM no valor da consulta?

Para o cálculo, é considerada uma Unidade de Custo Operacional (UCO), que prevê a complexidade e os custos de cada consulta e procedimento, além da desvalorização de equipamentos, imóveis, valores de aluguéis e folhas de pagamento.

Como considerar a tabela CBHPM na gestão clínica?

As clínicas podem aplicar os valores da tabela e cobrar os honorários de forma que os pacientes não se sintam lesados e os profissionais tenham remuneração justa.

Este site utiliza cookies para otimizar a sua experiência de navegação!