cid-10

O papel fundamental da CID é acompanhar a ocorrência e a prevalência de doenças a nível mundial. Sendo assim, é por meio da CID-10 que ocorrem a padronização das doenças no mundo todo, facilitando, então, a troca de informações entre os profissionais da saúde independentemente de que lugar estejam.

Você já sabe qual  a importância da CID-10 para a rotina da sua clínica ou consultório? Continue a leitura e descubra quais são os códigos mais importantes da CID-10!

Se você já passou pela situação de se deparar com um código ao invés do nome da doença, provavelmente já teve contato com a CID-10. 

A CID (Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde) está presente na rotina de clínicas por ser a principal ferramenta utilizada pelo médico dentro do consultório.

Antes de qualquer coisa, a CID tem a responsabilidade de acompanhar a ocorrência e a prevalência de doenças no mundo todo, ou seja, publicada pela OMS, a padronização das doenças ocorre a nível mundial. 

Tedros Adhanom, diretor-geral da OMS, ressalta que a CID “nos permite entender muito sobre o que faz as pessoas adoecerem e morrerem, e agir para evitar sofrimento e salvar vidas”. 

Portanto, neste post será abordado tudo o que você precisa saber sobre a CID-10 e como isso gera impacto na rotina da sua clínica ou consultório! Vamos lá?!

 

Quais são os principais códigos da CID-10:

Cada capítulo é atribuído a doenças similares ou causadas por fatores semelhantes. Por isso, os códigos são mais efetivos e auxiliam na identificação das doenças, afinal, mediado pela padronização, o processo fica muito mais simples.

Seguindo a ordem dos capítulos, a  seguir, você tem uma ideia clara de quais são os principais códigos padronizados pela CID-10:

Ah, e vale ressaltar que um software de gestão médica, como o Feegow, otimiza esse processo para você! 

I – Algumas doenças infecciosas e parasitárias (A00 a B99);

II – Neoplasias [tumores] (C00 a D48);

III – Doenças do sangue e dos órgãos hematopoéticos e alguns transtornos imunitários (D50 a D89);

IV – Doenças endócrinas, nutricionais e metabólicas (E00 a E90);

V – Transtornos mentais e comportamentais (F00 a F99);

VI – Doenças do sistema nervoso (G00 a G99);

VII – Doenças do olho e anexos (H00 a H59);

VIII – Doenças do ouvido e da apófise mastóide (H60 a H95);

IX – Doenças do aparelho circulatório (I00 a I99);

X – Doenças do aparelho respiratório (J00 a J99);

XI – Doenças do aparelho digestivo (K00 a K93);

XII – Doenças da pele e do tecido subcutâneo (L00 a L99);

XIII – Doenças do sistema osteomuscular e do tecido conjuntivo (M00 a M99);

XIV – Doenças do aparelho geniturinário (N00 a N99);

XV – Gravidez, parto e puerpério (O00 a O99);

XVI – Algumas afecções originadas no período perinatal (P00 a P96);

XVII – Malformações congênitas, deformidades e anomalias cromossômicas (Q00 a Q99);

XVIII – Sintomas, sinais e achados anormais de exames clínicos e de laboratório, não classificados em outra parte (R00 a R99);

XIX – Lesões, envenenamento e algumas outras conseqüências de causas externas (S00 a T98);

XX – Causas externas de morbidade e de mortalidade (V01 a Y98);

XXI – Fatores que influenciam o estado de saúde e o contato com os serviços de saúde (Z00 a Z99);

XXII – Códigos para propósitos especiais (U04 a U99);

 

O que significa a sigla CID-10?

A Organização Mundial da Saúde (OMS) publicou uma lista de códigos para a padronização mundial de doenças, ICD (International Classification of Diseases), em português, CID (Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde).

Como base fundamental, o principal objetivo da CID é a criação de códigos a fim de padronizar as doenças no mundo todo. Sendo assim, essa padronização permite que a comunicação seja mais efetiva entre os profissionais de saúde.

Como o nome já diz, a CID é a classificação e padronização internacional de doenças, sendo utilizada com bastante frequência em consultórios médicos, por isso, você já deve conhecê-la. 😊

CID-10: principais benefícios

É importante ressaltar que a padronização das doenças facilita a solicitação junto aos órgãos públicos, como exemplo temos a Previdência Social que solicita essas informações para a liberação de benefícios, como o auxílio-doença.

Outro ponto importante é a descrição e o sigilo do paciente, por exemplo, o paciente pode solicitar somente o código para evitar constrangimentos ou alguma situação desagradável. Sempre pensando no bem-estar dos seus pacientes!

 

CID-11: fique pode dentro de tudo!

De acordo com a OMS, a CID-11 apresenta algumas mudanças em relação às anteriores, incluindo o fato de que será totalmente eletrônica e com um formato intuitivo, facilitando o uso da ferramenta. 

Sendo assim, a CID-11 entrará em vigor a partir do dia 1º de janeiro de 2022, entretanto, a OMS liberou uma pré-visualização e você pode saber mais clicando aqui. 👈

Com essa pré-visualização, já é possível iniciar o planejamento de uso do novo formato, elaborar traduções, visto que é disponibilizado em língua inglesa, como também treinar os profissionais de saúde para adequá-los às novas mudanças. 

Para Robert Jackob, líder da equipe de classificação de terminologias e padrões da OMS, “um dos mais importantes princípios desta revisão foi simplificar a estrutura de codificação e ferramentas eletrônicas”.

 

Quais as mudanças entre a CID-10 e a CID-11?

Uma dessas mudanças é o vício abusivo de jogos eletrônicos, os famosos games, é considerado um problema de saúde mental e está presente na 11ª versão da CID e a transexualidade não é mais considerada uma doença pela OMS. 

Gostou do nosso conteúdo? Fique a vontade para compartilhar o seu feedback com a gente! 🙈

Perguntas frequentes:

O que é CID-10?

A principal função da CID-10 é o monitoramento de incidência e prevalência de doenças, além disso, consiste na padronização universal de doenças. Fornecendo, aos profissionais de saúde, um documento com de fácil manuseio e linguagem amigável.

Quais são as mudanças entre CID-10 e CID-11?

Uma das principais diferenças será no formato da CID-11, ou seja, será eletrônico, com um layout que facilitará  o seu uso. Além disso, a CID-11 terá novos capítulos, um deles abordará a medicina tradicional.

O que significa a sigla CID-10?

A sigla CID representa a versão em português para “Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde”. É a responsável por auxiliar no monitoramento e padronização de doenças a nível mundial.