Categorias
Gestão para clínicas Tecnologia para clínicas

Qual o melhor software médico para a minha clínica?

O melhor software médico é responsável por automatizar todos os processos da sua clínica ou consultório. Ou seja, será aquele que mais se adequar às necessidades do seu negócio e ofereça: praticidade, agilidade, otimização de tempo e segurança de dados.

O maior erro que clínicas e consultórios podem cometer é escolher seu software sem analisar detalhes. Veja os tópicos importantes para sua decisão! 

 Você decidiu abrir um consultório e agora precisa escolher o melhor software médico para auxiliar na gestão do seu negócio próprio. Com tantas opções disponíveis, fica difícil escolher só uma, não é mesmo? 

Nesse sentido, escolher o mais adequado para a rotina do seu consultório pode parecer complicado, mas, na verdade, é bem mais fácil do que parece! 

Ao selecionar um sistema responsável por auxiliar na gestão de sua clínica, é importante avaliar as funcionalidades que não podem faltar na hora de escolher o melhor software médico para o seu negócio. 

Quer saber como escolher o melhor software médico para o seu empreendimento? Separei os tópicos principais para te ajudar nesse passo!

Como escolher um software médico?

O primeiro passo para decidir qual sistema utilizar na sua clínica é olhar para a sua realidade e identificar onde o software médico pode atuar. 

Assim, os softwares com prontuário médico, por exemplo, são responsáveis por reduzir o tempo gasto nas rotinas e facilitar a informatização dos processos. 

Um bom exemplo disso é o armazenamento em nuvem utilizado para gerenciar os dados dos pacientes!

Além do prontuário eletrônico, avalie outros recursos remotos, como a telemedicina, que possibilita ao médico acompanhar seus pacientes à distância.

Um ponto importante é a agenda médica que pode ser totalmente personalizada para assistir todas as demandas do seu negócio. 

Por isso, leve algumas dessas funções em consideração para que o software se encaixe melhor no seu dia a dia.

Como um software médico ajuda na gestão clínica?

Atualmente, a organização do ambiente de trabalho é ponto-chave para que qualquer negócio cresça e se mantenha ativo no mercado. 

Certamente, não é diferente em clínicas e consultórios, pois essas precisam manter a automatização de processos, otimizando o tempo gasto realizando estes processos. 

Com tantas opções, é preciso ter em mente que o mais importante é a capacidade de se encaixar perfeitamente com a rotina do seu negócio, para que ofereça a você todos os recursos disponíveis de maneira automatizada e digital. 

Qual o melhor software para consultório médico?

Veja abaixo as características que o melhor software médico para a sua clínica ou consultório terá!

Segurança

A segurança é o primeiro ponto relevante que você deve observar. Ou seja, quando decidir deixar de vez o modelo de papel e migrar para o digital, não se esqueça da segurança com dados ali presentes.

Com a ajuda de um software, como o Feegow Clinic, você garante a inviolabilidade dessas informações sigilosas.

Sendo assim, a garantia de segurança desses dados é a primeira característica a ser escolhida no momento da adesão a um serviço de software clínico.

Agenda Inteligente

Ter os agendamentos da sua clínica somente com papel não é mais tão comum, já que podemos contar com a tecnologia para dar uma força nesse processo.

Além disso, você terá controle de agendamentos e na organização de consultas, por exemplo. Assim, evita erros e equívocos, desde a perda de papel, até mesmo erros de preenchimento. 

Uma outra questão é que, no modelo tradicional de papel, os profissionais da saúde não têm acesso à agenda. Sendo assim, a agenda digital, é fundamental no funcionamento de clínicas e consultórios.

Agendamento online

O agendamento online, que alguns softwares para gestão médica oferecem, por exemplo, deixam que o paciente decida o melhor horário para se consultar com o médico. 

E é bem fácil integrá-lo a sua clínica. Afinal, se você já tem um site, basta fazer a integração do agendamento online com o seu site. 

Como toda a certeza, o sistema médico te dá outros recursos que são responsáveis por reduzir o no-show de pacientes e aumentar a rotatividade de atendimentos em clínicas.

Comece já a utilizar a confirmação de consulta por meio de SMS e e-mail, que reduz o nível de absenteísmo em seu consultório.

Prontuário Eletrônico

Ainda temos o prontuário eletrônico, capaz de armazenar e registrar os dados de cada paciente para acessá-los depois. Isso pode ser feito por qualquer médico da clínica e de qualquer dispositivo com internet. 

Em poucas palavras, é um modelo digital para armazenar as informações dos pacientes, registrar evoluções e manter esses dados sempre atualizados e seguros. 

De maneira geral, você zera os riscos de perda de informações mantendo uma base de dados segura armazenada em nuvem, para que todas as informações tanto da clínica quanto do paciente fiquem seguras. 

Telemedicina

A telemedicina veio para mudar totalmente a forma como conhecemos a medicina hoje. Esse recurso proporciona acompanhamento ao paciente à distância. 

Pensando naquele paciente que não pode se deslocar até a sua clínica ou consultório, para dar continuidade ao tratamento sem comprometer a saúde do paciente, utilize a telemedicina.

Receita Médica

Com um software de prescrição médica ficou mais simples emitir as receitas dos seus pacientes. Por conta disso, você poder emitir uma receita médica online, não é incrível?

Com a automatização desse processo, você reduz o tempo de atendimento e consegue abrir mais horários para atender mais pacientes. 

Perguntas frequentes:

O que é um software médico?

Basicamente, um software médico é um programa para computadores responsável por auxiliar na organização e gestão de clínicas e consultórios, como, também, em outras áreas da saúde.

Como funciona o prontuário eletrônico?

O prontuário eletrônico faz o resumo de todo histórico de um paciente com armazenamento em nuvem, facilitando, então, o trânsito dessas informações e reduzindo o tempo de diagnóstico e início de tratamento.

Qual a importância da agenda médica para clínicas?

A agenda é um recurso importante para manter a organização de clínicas e consultórios. Por ela é possível acompanhar os agendamentos dos pacientes, garantindo um maior controle e diminuição de erros.

Categorias
Gestão para clínicas Tecnologia para clínicas

Como escolher o melhor software médico?

O software clínico perfeito pode não existir, mas existe o que mais se adequa às suas necessidades. Descubra como escolher o melhor software médico para sua clínica! 

 A tecnologia proporcionou soluções rápidas e práticas para o dia a dia de uma clínica. Com isso, surgem os softwares de gestão clínica, oferecendo vantagens de otimização do tempo de consultas e procedimentos realizados.

Antes de qualquer coisa, para uma gestão clínica eficiente e organizada, é preciso investir em automatização. Pensando nisso, o uso de um sistema para consultório médico fica responsável por este processo. 

Além do mais, a tecnologia aliada à medicina trouxe avanços em tratamentos aos pacientes e permite que os profissionais da saúde concentrem-se no que é mais importante: a qualidade do atendimento dos pacientes!

Desse modo, com os processos automatizados, aumenta-se em até 70% o desempenho médico! 

Por isso, a escolha do software médico necessita, antes de tudo, passar por alguns critérios avaliativos, para que o serviço contratado seja capaz de atender às necessidades do seu negócio. 

Quer saber como dar esse passo em busca do melhor software para a sua clínica? Neste post apresentaremos as principais competências de um sistema para clínicas eficiente.

Qual a importância de um software na gestão clínica?

Se o seu objetivo é potencializar ainda mais os seus negócios, aí está o motivo principal para escolher o seu. Ou seja, o porquê é importante ter um software médico automatizando os processos da sua clínica ou consultório.

Sem dúvida, a escolha de um software para clínicas que seja de alta performance e gratuito é um grande desafio. Isso acontece porque há várias opções no mercado, cada um com foco específico. 

Certamente, é importante saber quais desses sistemas médicos mais se aproximam da realidade de sua clínica. Assim, serão indispensáveis para otimizar o tempo gasto realizando alguns processos médicos. 

Um bom software médico precisa oferecer o prontuário eletrônico, que possibilita ter acesso às informações dos pacientes de qualquer lugar conectado à internet. 

Além de fornecer ao profissional uma agenda personalizada, que seja capaz de auxiliar o médico no controle de pacientes e aumentar a rotatividade deles em sua clínica. 

Um software de gestão clínica também pode ser usado para controlar as movimentações financeiras

Sendo assim, você tem controle total sobre suas finanças, com relatórios detalhados e personalizados. Assim, a rotina administrativa da sua clínica também vai passar pelo software médico.

Vantagens em usar um software médico para consultório ou clínica:

As principais vantagens em usar um software para a gestão da sua clínica ou consultório são a gestão de tempo de atendimento e a redução de custos. 

Um software médico não traz bons resultados apenas para a gestão do seu negócio, isso significa que também podemos estender esses resultados para os profissionais da saúde. 

Alguns desses benefícios estão ligados a:

🗸 Redução de filas médicas;

🗸 Otimização do tempo de realização de consultas;

🗸 Facilidade em encontrar as informações dos pacientes armazenadas em nuvem; 

🗸 Maior rotatividade de pacientes na clínica ou consultório. 

Como escolher um software médico competente?

Não podemos falar de automatização sem listar os benefícios que ela traz ao seu negócio. Um deles é a redução de custos. Por isso, saiba como reduzir os custos da sua clínica com um software clínico de alta performance!

Saiba quais os recursos que vão potencializar seus resultados e reduzir custos:

Agenda médica Inteligente

A agenda é a porta principal para manter a organização da clínica e dos médicos. Já que é capaz de facilitar os agendamentos de consultas e exames, sendo um recurso intuitivo e fácil de usar.

Como resultado, qualquer usuário será capaz de realizar agendamentos, inclusive os próprios pacientes, com o agendamento online! É mais autonomia para agendar consultas e exames sem sair de casa.

Mais do que isso, uma boa gestão de atendimentos permite que o profissional seja avisado com antecedência de suas consultas e seja informado de uma desistência para eliminar de uma vez por todas os buracos na agenda!

De maneira geral, a agenda médica inteligente possibilita que o paciente seja informado pela confirmação automática de consulta de seu agendamento por e-mail ou SMS. Ou seja, a confirmação automática reduz significativamente o no-show de pacientes na sua clínica. 

A simplicidade de uso da agenda é essencial para agilizar os atendimentos e facilitar a rotina do médico e da clínica. Assim, fica fácil encaixar um paciente ou realizar um novo agendamento no horário que ficou vago. Tudo isso com apenas alguns cliques! 

Sala de Espera

A sala de espera é um recurso que reduz as filas nos consultórios médicos. Acompanhe o seu paciente desde o momento em que ele chega à clínica. 

Por conta disso, da sala de espera, o profissional da saúde possui acesso a todo o histórico do paciente antes mesmo que ele entre no consultório. 

Logo, possibilita consultar seus dados antes mesmo deles chegarem à clínica, para dar aos pacientes um atendimento mais humanizado.

Prontuário Eletrônico

O prontuário eletrônico permite que os profissionais da saúde tenham acesso aos dados do paciente remotamente, pois as informações cadastradas ficam armazenadas na nuvem. 

Assim, obter essas informações online facilita a rotina dos médicos, já que os profissionais da saúde visualizam o histórico dos pacientes de qualquer lugar conectado à internet

Por este motivo, o acesso remoto possibilita que o médico acompanhe seus pacientes à distância, diminuindo as filas em sua clínica. 

Com isso, não é mais necessário que o encontro entre médicos e pacientes seja feito apenas presencialmente. Utilizando a Telemedicina, por exemplo, você evita aglomerações em seu consultório. 

Ou seja, esse contato pode ser feito a distância, sem perder a minuciosidade do atendimento presencial, apresentando uma nova forma de se fazer medicina. 

Nesse sentido, com o auxílio de dispositivos móveis, o médico pode avaliar minuciosamente o paciente. Pois, um diagnóstico mais rápido e efetivo significa mais qualidade de vida para esse paciente.

Armazenamento em Nuvem

Este recurso possibilita maior segurança às informações cadastrais dos pacientes, assegurando que elas não serão perdidas, muito menos acessadas por pessoas sem autorização. 

Com isso, o diagnóstico dos pacientes poderá ser mais rápido e eficaz, possibilitando o início do tratamento o mais rápido possível, devido à alternativa de ter acesso as anamneses dos pacientes remotamente.

Segurança dos Dados

As informações fornecidas pelos pacientes são altamente sigilosas, por isso, é interessante que o sistema médico seja capaz de assegurar a segurança destes dados. 

Nesses casos, é sempre bom contar com um software médico que lhe forneça a possibilidade de manter os dados seguros, garantindo a privacidade das informações disponíveis.

Para que não haja implicações legais quanto às informações cadastrais destes pacientes, escolha um que disponibilize todas as informações em um único lugar, reduzindo o tempo gasto na espera de consultas e exames.

Gostou do nosso conteúdo? Listei aqui outros temas que vão te ajudar a escolher o melhor software de médico para a sua clínica ou consultório:

  1. Tecnologias que podem ajudar a rotina de um médico;
  2. Qual o melhor software médico para a minha clínica?
  3. Qual o melhor prontuário eletrônico para a minha clínica?
  4. Como a tecnologia pode ajudar a gerenciar filas médicas?

Perguntas Frequentes:

O que é um software médico?

Basicamente, um software médico é um programa para computadores responsável por auxiliar na organização e gestão de clínicas e consultórios, como, também, em outras áreas da saúde.

Como um software médico pode ajudar?

Basicamente, um software médico é um programa para computadores responsável por auxiliar na organização e gestão de clínicas e consultórios, como, também, em outras áreas da saúde.

Quais as vantagens em usar um software médico?

🗸 Redução de filas médicas;
🗸 Otimização do tempo de realização de consultas;
🗸 Facilidade em encontrar as informações dos pacientes armazenadas em nuvem;
🗸 Maior rotatividade de pacientes na clínica ou consultório.

Categorias
Gestão para clínicas Tecnologia para clínicas

Qual é o melhor prontuário eletrônico para minha clínica?

Em dúvida sobre qual é o melhor prontuário eletrônico para sua clínica? Chegou a hora de avaliar segurança, praticidade, precisão: descubra como escolher o melhor prontuário eletrônico para clínicas e consultórios. 

O prontuário eletrônico é uma oportunidade de reduzir em até 70% o tempo gasto em consultas médicas.  

Mas, apesar de ser uma ferramenta que proporciona agilidade e segurança, é importante priorizar alguns pontos chaves na hora de mudar do antigo modelo de papel para esta ferramenta 100% digital. 

Desmistificamos para você qual é o melhor prontuário médico. Continue a leitura e saiba como escolher o seu! 

O que é o Prontuário do Paciente (PP)?

O prontuário do paciente, também conhecido como prontuário médico, é um documento indispensável para guardar e registrar informações sobre o estado de saúde de um paciente.  

A partir deste documento, você garante a assistência continuada pelo tempo que for necessário e permite a troca de informações entre profissionais de saúde, com o objetivo de se chegar a melhor conduta terapêutica para determinado paciente.  

Para a People Health, toda vez que o paciente vai à uma consulta médica, visita um hospital ou realiza exames cria-se um registro desse encontro. Desse modo, a soma de todas essas informações é o que compõe o prontuário do paciente. 

Sendo assim, o Prontuário do Paciente (PP) começou a valer no Brasil no ano de 2002, e tem evoluído ao longo dos anos, ganhando versões eletrônicas que facilitam o dia a dia do médico e asseguram a segurança do paciente 

Para entender mais sobre o melhor prontuário eletrônico, continue a leitura!

Mas, e o Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP)?

O Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP) é similar ao prontuário tradicional, responsável por reunir o histórico de saúde do paciente, só que em formato digital.  

De acordo com o Art. 1º da Resolução nº 7, de 24 de Novembro de 2016: 

§ 1º Entende-se como prontuário eletrônico um repositório de informação mantida de forma eletrônica, onde todas as informações de saúde, clínicas e administrativas, ao longo da vida de um indivíduo estão armazenadas, e suas características principais são: acesso rápido aos problemas de saúde e intervenções atuais; recuperação de informações clínicas; sistemas de apoio à decisão e outros recursos.

Este recurso possibilita que o médico acesse o prontuário médico de qualquer lugar conectado à internet e, com a permissão do paciente, trocar informações entre outros profissionais de saúde em regiões mais remotas do país. 

Isso só é possível graças ao Armazenamento em Nuvem. Isto é, ao permitir que o registro de informações se dê pela Nuvem, o andamento do tratamento do paciente não é prejudicado, muito menos interrompido. 

Além do mais, é uma alternativa segura, eficiente e sustentável, uma vez que proporcionar acesso rápido aos dados, faz-se toda a diferença na profilaxia do paciente e em sua rápida recuperação.  

Quais são os tipos de prontuário?

Todo prontuário, seja eletrônico ou de papel, deve seguir à risca as normas do Conselho Federal de Medicina expressas na resolução Nº 1638 de 2002. 

Conheça alguns deles: 

Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC)

Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC) é um software desenvolvido pelo Ministério da Saúde (MS) em parceria com a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). No contexto da Unidade Básica de Saúde (UBS), é o meio para armazenar todas as informações clínicas e administrativas do paciente.  

Seu principal objetivo é “informatizar o fluxo de atendimento do cidadão realizado pelos profissionais de saúde”. A ferramenta, então, é gratuita e disponibilizada pelo Ministério da Saúde (MS).   

Além disso, o PEC conta com diversas funcionalidades digitais que trazem otimização tanto para o médico quanto para a Unidade Básica de Saúde (UBS).  

  • Odontograma digital, integrado ao registro de atendimento, que permite fazer o acompanhamento da saúde bucal dos cidadãos;  
  • As fichas para acompanhamento de gestantes e crianças até 5 anos,  
  • Integração com o Cartão Nacional de Saúde e uma plataforma de consultas para verificar a disponibilidade de medicamentos durante a prescrição. 
Prontuário de Papel

Esse é muito mais comum do que você imagina. Isso significa que, por ser barato de implantar e acessível a todos os públicos, o seu uso é recorrente em clínicas e consultórios.  

Para manter tudo em ordem e não perder nada, é preciso ter cuidado com a organização, aliás, organizar tudo em ordem alfabética ou por cores já facilita a sua visualização quando precisar buscar o prontuário de um paciente.  

Um ponto de atenção é justamente sobre o armazenamento destes prontuários. Repare, então, que você vai precisar de espaço, dependendo do tamanho do seu negócio, irá demandar muito papel e tempo dos seus colaboradores.  

Outra desvantagem do prontuário de papel é a ilegibilidade da letra do médico. Parece clichê, né? Quando falamos da letra de médico logo vem os “garranchos” a nossa mente.  

No entanto, isso é recorrente! Enquanto o médico escreve à mão, as chances de outro médico ter a leitura prejudicada são bem altas.   

Prontuário Eletrônico 

Basicamente, o prontuário eletrônico é a funcionalidade mais importante na automatização das rotinas médicas, pois concentra em um único lugar tudo o que você precisa saber sobre o seu paciente. 

Por sua facilidade e praticidade de armazenamento, é como um prontuário “vivo”, que pode ser atualizado e revisado constantemente. No mais, é a solução para todos os problemas que o prontuário de papel apresenta.  

Um software médico, por exemplo, disponibiliza a função de criar um prontuário do zero e realiza o backup periodicamente para que tudo fique salvo e nenhuma informação se perca.  

A grande vantagem na sua utilização é a de que o prontuário eletrônico proporciona a interação entre todas as especialidades que sua clínica oferece, mantendo sigilo dos dados para garantir a segurança do seu paciente. 

Como escolher o prontuário eletrônico da minha clínica e consultório?

Algumas dúvidas podem surgir antes de aderir ao prontuário eletrônico, mas não se engane: isso é muito comum. Afinal, há diversos modelos disponíveis no mercado que oferecem diferentes soluções. 

Dessa maneira, os prontuários dos pacientes contêm informações altamente sigilosas e a clínica é responsável por guardá-las em segurança. Além de entregá-las se o paciente solicitar uma cópia do prontuário.  

Segurança 

A segurança dos dados dos pacientes é fundamental para estabelecer uma relação de confiança entre a sua clínica e o paciente.  

Por serem informações totalmente sigilosas, o sistema médico precisa garantir o sigilo delas, fornecendo para o cliente um dispositivo médico capaz de se comprometer com a estabilidade e confiança do sistema.  

Por isso, o primeiro ponto a ser levado em consideração na adesão ao software clínico que será encarregado de fornecer o PEP para o seu negócio deve ser a segurança. 

Backup dos dados 

O software médico precisa oferecer o backup das informações e um time de suporte para que, caso ocorra alguma instabilidade, nada venha se perder. 

Em síntese, o backup nada mais é do que uma cópia de segurança dos dados, muito comum no nosso dia a dia.

Já que as nossas fotos, conversas e e-mails também são armazenados em locais como o Google Drive e o Dropbox, ainda, para usuários da Apple, temos o iCloud. 

Imagine a seguinte situação: você terminou de preencher a anamnese do paciente e a sua internet cai. Se, antes de perder a sua conexão o documento não foi salvo, com toda a certeza não dá para recuperar o que se perdeu.  

Pensando nisso, o software médico impede que, em situações que fujam do seu controle, como a queda da conexão de internet, atrapalhem a sua rotina em consultório.  

Armazenamento em Nuvem 

De maneira geral, o armazenamento em Nuvem é sinônimo de redução de custos. 

Não só desocupa espaço na sua clínica e consultórios bem como traz a possibilidade de aumentar seus rendimentos com o aluguel de salas, por exemplo. 

Em poucas palavras, é como armazenar suas fotos pessoais em um HD que está fora do seu notebook, tudo mediado pela Internet.

Isso só é possível porque os servidores se comunicam com os data centers, unidades físicas de altíssimo nível de segurança.   

Portanto, guardam-se os dados dos pacientes em um servidor, no exemplo do Feegow Clinic, o backup é feito no AWS Service, o mais seguro disponível do mercado.  

Principais vantagens do Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP):

Acesso de qualquer lugar 

A possibilidade de acesso remoto aos dados destes pacientes é uma realidade proporcionada pelo Prontuário Eletrônico. Além de eliminar de vez o uso do papel, reduz significativamente o número de erros, tais como:  

– Troca de prontuários,  

– Ilegibilidade da letra do médico,  

– Manter o modelo antigo de registrar essas informações manualmente em papéis sem o auxílio da tecnologia. 

CID-10 

Nesse tipo de prontuário, você tem acesso à Classificação Internacional de Doenças (CID-10) e todos os tipos de código que a ferramenta fornece. Assim, fica mais simples reduzir o tempo de atendimento e liberar mais espaço na sua agenda para atender mais.  

Centralização 

Outra funcionalidade que o melhor prontuário médico tem é a possibilidade de ter todas as informações do paciente em uma única aba.  

Nesse contexto, o PEP comporta todos os dados cadastrados e disponibiliza para o médico todo o histórico do paciente em um único clique.  

O Prontuário Eletrônico do Feegow Clinic disponibiliza a divisão das informações por campos, o que facilita identificar cada etapa do acompanhamento dos pacientes.  

Documentos padronizados 

Um ponto interessante é o cadastro de modelos de laudos, receitas e atestados. Contar com um modelo pré-cadastrado otimiza o tempo gasto numa consulta e traz mais seriedade para o seu negócio.  

Então, em apenas um lugar pode-se acompanhar a evolução do paciente pela anamnese, em outro campo pode-se encontrar uma prescrição médica ou solicitar um novo exame. 

Por outro lado, essa divisão mantém o histórico do paciente organizado e contribui significativamente para a precisão do diagnóstico. 

Dessa forma, o profissional de saúde pode manter o foco total no atendimento sem se esquecer da humanização e do acolhimento ofertado aos pacientes. 

Como saber se o prontuário eletrônico é seguro?

Antes de escolher o melhor prontuário eletrônico para a sua clínica selecione aquele que mais se adequa às necessidades do seu negócio. 

Sem deixar, é claro, de se ajustar aos critérios já mencionados ao longo do texto e às normas do Conselho Federal de Medicina (CFM). 

Em suma, um software médico precisa garantir que o melhor prontuário eletrônico assegure o direito à privacidade das informações fornecidas pelos pacientes, de acordo com a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, inclusive.  

O prontuário eletrônico do Feegow Clinic possui o mesmo nível de segurança do seu banco, garantindo a inviolabilidade dos dados fornecidos ao sistema.  

Perguntas frequentes:

O que é o prontuário eletrônico do paciente?

O Prontuário eletrônico do Paciente é a versão digital do prontuário médico tradicional, aquele que o médico preenche manualmente durante uma consulta. 

Como funciona o prontuário eletrônico?

O prontuário eletrônico faz o resumo de todo histórico de um paciente com armazenamento em nuvem, facilitando, então, o trânsito dessas informações e reduzindo o tempo de diagnóstico e início de tratamento.

O prontuário eletrônico é seguro?

Um software médico precisa garantir que o prontuário eletrônico assegure o direito à privacidade das informações fornecidas pelos pacientes.

Categorias
Gestão Financeira

10 dicas de gestão financeira para médicos reduzirem a inadimplência em clínicas

A gestão financeira para médicos é um dos pilares para o sucesso do seu empreendimento em saúde. Confira algumas dicas para combater a inadimplência!

Clínicas médicas, odontológicas e afins possuem o objetivo principal de atender pacientes com problemas de saúde ou que buscam a prevenção de doenças.

No entanto, mesmo com essa função social, o estabelecimento deve atuar de modo semelhante a qualquer empresa.

Afinal, trata-se de um empreendimento que deve não só pagar impostos, como todos os negócios, embora haja benefícios fiscais, mas também cobrar dos clientes o pagamento. 

Dessa forma, consegue manter as portas abertas, contratando profissionais e atendendo pacientes.

Nesse sentido, é fundamental evitar que os seus clientes deixem de pagar o que devem pelas consultas e tratamentos.

Se você tem interesse nesse assunto e quer saber mais, então, confira os tópicos a seguir:

10 dicas para diminuir a inadimplência em clínicas, as quais contribuirão com o sucesso administrativo da sua clínica.

1 – Faça análise de crédito do cliente
2 – Tenha contratos bem claros e elaborados
3 – Controle as contas a receber
4 – Ofereça diferentes formas de pagamento
5 – Seja flexível com a data de pagamento
6 – Crie banco de dados com histórico dos clientes
7 – Organize a relação com os convênios
8 – Negocie com os clientes inadimplentes
9 – Contrate um contador profissional
10 – Use as ferramentas adequadas

1- Faça análise de crédito do cliente

Mesmo que as pessoas que frequentam a sua clínica sejam pacientes, elas também são clientes e, para evitar problemas financeiros para o seu estabelecimento, é preciso certificar-se que eles podem pagar a consulta. Para tanto, é preciso analisar o seu crédito.

Como qualquer empresa, você pode, como exemplo, fazer uso dos serviços de proteção ao crédito.

Por meio deles, você consegue verificar se existem dívidas em nome do cliente. Caso haja, solicite o pagamento à vista, assim, não se corre o risco de não receber o pagamento.

2- Tenha contratos bem claros e elaborados

Mais uma dica de gestão financeira para médicos é prevenir situações que levem o cliente a deixar de fazer um pagamento.

Ainda assim, ele pode alegar diferentes razões e, para evitar que isso vá adiante, é de extrema importância contar com um contrato bem elaborado.

De maneira geral, esse contrato deve ser suficientemente claro e explicar ao cliente todos os seus detalhes.

Isso quer dizer que no documento deve haver o serviço que será prestado, como ele deve ser pago e o que acontece em caso de não pagamento.

Por outro lado, itens relacionados a esses assuntos faz-se necessário que haja demais aspectos legais.

Por conta disso, vale a pena ter a consultoria de um advogado experiente na elaboração de contratos na área médica para preparar um contrato bem completo e transparente.

3- Controle as contas a receber

Ter o controle das contas a receber da sua clínica é mais um fator muito importante. Esse cuidado não vai fazer com que os clientes não deixem de pagar, mas se rolar, você consegue identificar bem rápido os inadimplentes.

A partir disso, é possível buscar uma negociação e, dessa forma, reduzir as contas em aberto.

Pensando nisso, deve-se registrar todos os recebimentos que vão entrar em cada mês e verificar, com uma determinada frequência, se o pagamento foi feito.

Isso pode ser conferido por meio de softwares que tornam mais eficiente o procedimento.

Entretanto, mesmo de forma manual é possível realizar essa conferência, o que exige a verificação das contas bancárias da clínica.



4- Ofereça diferentes formas de pagamento

Entre as dicas de gestão financeira para médicos também estão maneiras de facilitar o pagamento dos clientes.

Nesse sentido, vale a pena oferecer diferentes modalidades para que eles paguem as contas.

Ou seja, ao menos, disponibilizar as formas mais convenientes para os seus clientes.

Certamente, as clínicas já estão aderindo ao cartão de crédito, por exemplo. 

Embora seja preciso pagar taxas, pode compensar de acordo com os valores cobrados por cada consulta.

Afinal, com o cartão de crédito, o recebimento é garantido. Sendo assim, a sua clínica pode ainda aceitar transferência bancária, pagamento com boleto, cartão de débito e outros, conforme o perfil do seu público e do que pode tornar o pagamento mais fácil e seguro. 

5- Seja flexível com a data de pagamento

Outra dica que pode ajudar em muito na gestão financeira para médicos é ter datas de pagamento mais flexíveis.

Por mais que pagamentos em uma única data tornem mais ágil o seu trabalho para controlar os recebimentos, pode prejudicar a taxa de pagamentos em dia.

Isso porque nem todas as pessoas recebem os seus salários no mesmo dia, então, diferentes opções de data podem garantir que mais clientes paguem em dia.

Para você, pode ser um pouco de trabalho a mais, porém, com as ferramentas certas essa tarefa é simplificada.

6- Crie banco de dados com histórico dos clientes

Mais uma forma de prevenir que os clientes deixem de realizar os pagamentos é com um banco de dados que mostre o histórico de cada um deles.

Dessa maneira, na hora de um paciente marcar a consulta, você pode acessar o seu histórico e verificar o seu perfil.

Caso nele haja informações que indiquem que se trata de um mau pagador, sem dúvida, é possível solicitar que faça o pagamento à vista.

Desse modo, pode conferir se, por ventura, não se trata de cliente que já está inadimplente, podendo, assim, negociar a dívida antes de fazer outra.

7- Organize a relação com os convênios

Muitas clínicas atendem pacientes que possuem planos de saúde com os quais têm convênio.

Seja como for, caso o cliente não pague diretamente à clínica, ou ao menos, não realiza o pagamento integral, pois é o plano de saúde que faz isso.

Nesse contexto, é preciso estar atento a diferentes aspectos. Primeiramente, é importante ter com os planos de saúde contratos claros que indiquem o que acontece quando o paciente não realiza o pagamento da consulta para o seu plano de saúde.

Segundo, a sua clínica necessita de um sistema eficiente para identificar quais são todos os pacientes conveniados, quando os seus pagamentos entram e, quando for o caso, de quanto é o desconto na consulta. Essas informações devem estar todas muito bem organizadas.

8- Negocie com os clientes inadimplentes

Mas, se mesmo depois de colocar em prática todas as dicas para gestão financeira para médicos, ainda acontecem situações em que os clientes não cumprem com os seus compromissos, é preciso ter um procedimento para fazer a cobrança. Negociar é o melhor.

Isso quer dizer você precisa de uma sistemática, que pode começar com um lembrete ao cliente de que o pagamento já venceu, pois, em muitos casos, pode ser apenas esquecimento. Nesse caso, ou se ele não pode pagar, agenda-se uma nova data.

Porém, quando, mais uma vez, o pagamento não é realizado, você pode fazer outra tentativa de cobrança ou dar início ao protesto de título.

Ou seja, cobrar por meio judicial o pagamento. Assim, se o devedor, no prazo previsto, não quitar a dívida, o seu nome fica “sujo”.

9- Contrate um contador profissional

Contar com uma equipe de profissionais competente, comprometida e capacitada para atuar no setor financeiro do seu estabelecimento é mais uma das dicas para diminuir a inadimplência da sua clínica. Nesse quadro, deve haver um contador experiente.

É possível contratá-lo, inclusive, de forma terceirizada, para oferecer a consultoria necessária, ou mesmo um escritório de contabilidade, a fim de ajudar na administração como um todo da sua clínica. Assim, ele pode realizar o planejamento estratégico do setor financeiro.

Lembre-se que, como já dito, mesmo clínicas médicas, odontológicas e outras se assemelham, em diferentes aspectos, a qualquer outra empresa. Isso quer dizer que não basta atender um paciente com qualidade e com profissionais qualificados.

Uma vez que isso é essencial torna-se necessário pensar ainda nas finanças do seu estabelecimento, na gestão de pessoas, na eficiência do setor de estoque e nos demais departamentos da sua clínica. Com isso, tem-se uma gestão de sucesso.

10- Use as ferramentas adequadas

Por outro lado, uma equipe completa e especializada é importante para atuar nos diferentes setores da sua clínica, é de extrema necessidade que ela tenha acesso às ferramentas mais adequadas para desempenhar o seu trabalho. Isso garante total eficiência.

Hoje em dia existem softwares que contribuem com a gestão de clínicas e demais estabelecimentos de saúde.

Para isso, oferecem recursos de gestão de agendas, prontuário eletrônico, autorizador de convênio e formas de evitar inadimplência em clínicas ou para negociá-las.

Valer-se dessa tecnologia é importante para empresas de todos os segmentos, inclusive, para clínicas, já que com os recursos que oferece permite um trabalho mais eficiente de todos os seus profissionais. Afinal, é possível realizar tarefas com mais agilidade e com menos erros.

Por consequência, colaboradores atuam em um ambiente de trabalho favorável e pacientes são melhor atendidos. Isto é, todos saem ganhando quando existe a preocupação em diminuir a inadimplência em clínicas e gerenciar processos de forma assertiva.

Perguntas frequentes:

Qual a importância do contas a receber em clínicas?

Ter o controle das contas a receber da sua clínica é mais um fator muito importante. Esse cuidado não vai fazer com que os clientes não deixem de pagar, mas quando acontecer isso, você consegue identificar de forma rápida os inadimplentes.

Como o contrato pode reduzir a inadimplência em clínica?

O contrato deve ser suficientemente claro e explicar ao cliente todos os seus detalhes. Isso quer dizer que no documento deve haver o serviço que será prestado, como ele deve ser pago e o que acontece em caso de não pagamento.

Como um software médico pode ajudar a resolver a inadimplência?

Hoje em dia existem softwares que contribuem com a gestão de clínicas e demais estabelecimentos de saúde. Para tanto, oferecem recursos de gestão de agendas, prontuário eletrônico, autorizador de convênio e formas de evitar inadimplência em clínicas ou para negociá-las.

Este site utiliza cookies para otimizar a sua experiência de navegação!