marketing-digital-para-clinicas

Marketing digital para clínicas médicas

Já pensou na possibilidade de aumentar a receita da sua clínica, além de diminuir os buracos na agenda médica? Com o marketing digital para clínicas médicas isso se torna realidade, afinal, é uma excelente estratégia para atrair mais pacientes e fidelizar os que já existem!

Alcançar mais pacientes é o objetivo de qualquer clínica médica. Quer saber como sair na frente dos concorrentes? Então, este post é para você!

Foi-se o tempo em que os pacientes escolhiam uma clínica médica por influência de estratégias do marketing tradicional, como propagandas televisivas, anúncios em outdoor, banners e catálogos. Com o crescimento e acessibilidade da internet, o marketing digital para clínicas médicas é o grande responsável por levar um paciente a se consultar em sua instituição ou na do seu concorrente.

Se você ainda tem dúvidas sobre a eficácia do marketing digital para a área da saúde, nós podemos te dar uma certeza: clínicas que não investem nessa estratégia raramente são encontradas e têm maior dificuldade para atrair, encantar e fidelizar pacientes.

Isso porque a forma de encontrar informações e escolher o local e o médico para se consultar evoluiu; e se você não se adaptar a essa nova realidade acaba ficando para trás.

Como funciona o marketing para clínicas médicas?

O marketing para clínicas médicas tem como objetivo desde impactar mais pessoas em sua área de atuação até fidelizar pacientes com mais facilidade e eficiência. Diferente de outros segmentos do mercado que enxergam pessoas como clientes, o marketing em saúde é muito mais delicado, afinal estamos falando do que temos de mais precioso: a saúde.

No marketing médico, cada ser humano deve ser visto como um paciente, e não como um cliente, devendo ser tratado de maneira única e individualizada. E ainda: o principal objetivo do marketing médico não deve ser vender um produto ou serviço, mas levar informação relevante e de qualidade para ajudar as pessoas a cuidarem da sua saúde, bem-estar e qualidade de vida.

Mas afinal, como funciona o marketing para clínicas médicas? Basicamente, por meio de canais e ações no meio digital que visam aumentar a sua visibilidade e autoridade no seu nicho. Quanto mais as pessoas souberem que você domina aquele assunto, mais elas perceberão você como especialista e, assim, você conseguirá atingir seus objetivos com mais facilidade, seja aumentar o número de consultas, fidelizar pacientes, etc

Publicidade na saúde: qual o limite do marketing médico?

Se o marketing digital para empresas de diferentes segmentos deve ser ético e responsável, quando falamos em marketing em saúde, essa preocupação deve ser ainda maior. Mais uma vez: estamos falando de pacientes que têm questões a resolver e precisam solucioná-las, preferencialmente com uma assistência de qualidade e humanizada.

Por isso, a saúde do paciente deve ser sempre a maior preocupação do marketing médico. E isso implica em diversas regras estabelecidas pelo Manual de Publicidade Médica do Conselho Federal de Medicina que delimitam o que é permitido e o que é proibido dentro do marketing em saúde. Conhecer todas as regras é o passo inicial para você planejar e desenvolver suas estratégias. 

Saiba quais são as principais proibições:

  • publicar fotos de antes e depois;
  • garantir, prometer ou insinuar bons resultados do tratamento;
  • abordar o tema médico com sensacionalismo;
  • divulgar tratamentos ainda não comprovados cientificamente;
  • se autopromover em entrevistas;
  • anunciar aparelhagem que lhe atribua capacidade privilegiada;
  • usar expressões adjetivadas tais como “o melhor”, “o mais eficiente”, “o único capacitado”.

Quais as melhores estratégias de marketing médico?

As estratégias de marketing digital para a área da saúde podem ser resumidas em três pilares essenciais: conteúdo, social e relacionamento. São dessas principais vertentes que você deve desdobrar e estruturar uma estratégia completa que irá trazer os resultados esperados.

Para colocar os pilares de conteúdo, social e relacionamento em prática existem algumas estratégias indispensáveis:

Site: criar um site profissional atrativo, com dados de contato, informações técnicas e conteúdos relevantes é fundamental para você ser encontrado e aumentar sua autoridade. Para isso, é importante que ele seja otimizado e responsivo.

Blog: dentro do seu site, é praticamente obrigatório ter uma página de blog. É por meio dele que você vai divulgar conteúdos relevantes para atrair e encantar seu público-alvo, além de aumentar suas chances de ser encontrado (desde que você use as técnicas corretas de SEO).

Redes sociais: são o canal perfeito para distribuir seu conteúdo, divulgar dicas, novidades e informações relevantes sobre seu segmento além de permitir a interação com seu público de forma dinâmica, estreitando a proximidade e criando uma relação de confiança.

E-mail marketing: é uma estratégia fundamental para entregar o conteúdo certo, no momento certo e para a pessoa certa. É um importante canal para ser utilizado no pós-consulta, com o objetivo de manter o relacionamento e fidelizar pacientes.

Mídia paga: os anúncios pagos do Google ajudam a sua instituição a ser encontrada por usuários que realizam uma busca específica; já os anúncios das redes sociais ajudam a impactar uma audiência maior e segmentada.

Canais de atendimento online: ferramentas como o e-mail, chats e, sobretudo, o WhatsApp são fundamentais para atender o paciente com agilidade, além de promover uma maior sensação de proximidade.

Inbound marketing na área da saúde

O inbound marketing é uma metodologia de marketing digital orientada para atrair e encantar o paciente de maneira estratégica e fazer com que ele realize a ação desejada em um momento futuro. Diferente do marketing tradicional, também chamado de marketing de interrupção, o inbound marketing não é invasivo, mas sim atrativo.

Nessa metodologia, não é você quem vai até o paciente, é ele quem vem até você. Isso acontece por meio da produção de conteúdo especializado para entregar informação adaptada às preferências do seu público-alvo, ou seja, é totalmente focada nos interesses do paciente.

O grande objetivo não é fazer com que ele se torne seu paciente de imediato, mas conduzi-lo pela jornada do paciente para que ele se sinta preparado e confiante para realizar uma consulta, tratamento ou procedimento médico em sua clínica.

Quer conferir mais dicas de marketing em saúde? Acompanhe-nos no Facebook e Instagram!

Material escrito por: Bruna Rezende
Coordenadora de Desempenho da E-Saúde Marketing, agência especializada na área da saúde, guiada pelo lema “Ajudando pessoas a cuidarem da saúde”, executa estratégias éticas e eficazes de marketing para clínicas, hospitais, laboratórios e outras organizações do segmento de saúde.

Perguntas frequentes:

Como melhorar o marketing da minha clínica?

Para melhorar o marketing da sua clínica é preciso definir metas e investir em planejamento estratégico, afinal, para alcançar suas metas você precisará de um plano bem elaborado, a fim de atrair mais pacientes e melhorar os resultados da sua clínica médica.

Como saber se a publicidade médica é permitida pelo Conselho Federal de Medicina (CFM)?

Comunicar-se com os pacientes tornou-se fundamental para a relação médico-paciente. Por isso, o médico pode realizar publicidade médica desde que não viole as regras estabelecidas pelo CFM na resolução 1974/11.

Qual a importância em investir no marketing para a minha clínica?

Com o crescimento em competitividade na área da saúde, sair na frente dos concorrentes garante bons resultados para a sua clínica. Assim sendo, o Marketing Digital, além de melhorar a presença online, fica responsável por atrair e fidelizar pacientes.