Categorias
Gestão Financeira

Como calcular a comissão de vendas para profissionais clínicos?

Todo médico recebe uma porcentagem do valor do atendimento realizado. É a chamada comissão de vendas. Cada consulta ou procedimento tem um preço diferente e, por isso, a fração é distinta também.

Para fazer esse cálculo, você pode determinar antecipadamente qual é o percentual que cada profissional deve receber por atendimento. Ou ainda, atrelar essa comissão a metas da sua clínica! 

Conheça os tipos de comissão de vendas e como calcular o valor dos profissionais de saúde a seguir!

O que é comissão de vendas? 

A comissão de vendas é a porcentagem do valor que recompensa o responsável pelo atendimento. No caso da área médica, o profissional que realiza um procedimento ou uma consulta recebe parte do valor pelo serviço prestado.

Antes disso, é importante que a clínica defina a porcentagem da comissão de vendas de cada atendimento, dividindo-os em categorias. Um ponto importante a ser considerado é a margem de lucro.

O percentual de comissão não pode ser muito alto para não prejudicar o seu negócio. Mas também não pode ser muito baixo, para não desmotivar seus colaboradores. 

O pagamento da comissão pode ser feito com o salário do profissional, mensalmente ou à medida que os atendimentos são realizados. 

O percentual repassado pode variar conforme o procedimento, a categoria profissional ou as metas da clínica.

Quais são os tipos de comissão no consultório? 

Existem alguns métodos para determinar a comissão de vendas de cada serviço. Para escolher um deles, é necessário observar qual pode se adequar melhor às necessidades do negócio.

Dessa forma, você entende o que é mais vantajoso e rentável para a contabilidade da sua empresa. Veja os tipos de comissionamento mais comuns:

Percentual fixo por venda

Este é um dos métodos mais comuns de comissão de vendas nas empresas em geral. No caso do médico, ele recebe um valor fixo por atendimento realizado, de acordo com o tipo de procedimento. 

Como este modelo dificilmente está atrelado às metas do negócio, é comum encontrar equipes acomodadas. Isso acontece porque sabem que irão receber sua porcentagem de qualquer forma. 

Algumas empresas, no entanto, já adotam o sistema de metas para não comprometer o lucro. Logo, a porcentagem pré-fixada pode ser um pouco maior se as metas forem alcançadas. 

Margem de lucro

O modelo de comissão por margem de lucro é o mais vantajoso para a empresa. Com ele, o profissional da saúde irá receber o valor calculado com base na lucratividade da clínica em um determinado período.

Apesar da vantagem, é um método de difícil apuração, já que você precisa ter uma visão ampla dos gastos do estabelecimento. Se você investir em equipamentos, estoque e reformas, essa margem pode ser menor. 

Faturamento

A comissão de vendas com base no faturamento não leva em conta se o pagamento foi parcelado ou à vista. Na hora de fechar a conta, o financeiro irá considerar somente o valor total.

Para este modelo, é necessário ter muita atenção aos valores que já foram – ou não – repassados aos médicos. 

Recebimentos

No modelo por recebimentos, o médico recebe sua parte da comissão quando o valor do atendimento realizado entra no caixa da clínica. 

Uma situação comum é a demora dos planos de saúde no repasse do valor de um lote. Dessa forma, o pagamento pode levar mais tempo a ser feito. 

A vantagem desse tipo de comissão de vendas é que proporciona um melhor controle do fluxo de caixa.

Como definir o comissionamento dos profissionais médicos? 

O primeiro passo para definir a comissão de vendas de cada colaborador é organizar a parte financeira da clínica. Para isso, é necessário:

  • Acompanhar o processo de atendimento;
  • Analisar os indicadores;
  • Levantar as necessidades da clínica;
  • Analisar os gastos fixos e variáveis;
  • Fazer projeções de ganhos;
  • Listar todos os profissionais;
  • Estabelecer o percentual por tipo de atendimento.

Todas essas informações ajudam a entender a rentabilidade dos atendimentos e definir uma comissão de vendas que não prejudique as finanças da clínica. 

A produtividade e os valores de consultas e procedimentos também são importantes para essa conta fechar. 

Lembre-se de que metas e incentivos financeiros ajudam a manter os seus colaboradores motivados!

Calculando a comissão de vendas médica 

Fazer todos os cálculos manualmente, com planilhas de Excel e sem automatização pode gerar erros. Afinal, são muitas variáveis a considerar e números a acompanhar. 

Hoje, já existem ferramentas de gestão, como o Feegow Clinic, que tornam mais simples o processo de separação da comissão de vendas.  

Você pode deixar pré-determinada no sistema a porcentagem para cada tipo de serviço prestado, e o valor é repassado para o profissional de saúde automaticamente. 

Assim, ao criar a chamada “Regra de Repasse”, o cálculo do comissionamento é feito automaticamente após a seleção e inclusão do atendimento feito por determinado profissional e o pagamento é devidamente repassado. 

Usando um software médico, você pode ter uma visão geral das finanças da clínica e tornar a etapa de pagamentos mais transparente e confiável. 
Para controlar o seu fluxo de caixa e estabelecer valores justos de comissão de vendas para seus médicos, acesse nosso e-book gratuito sobre Gestão de Pagamentos!

Perguntas frequentes:

O que é comissão de vendas?

A comissão de vendas é a porcentagem do valor que recompensa o responsável pelo atendimento. No caso da área médica, o profissional que realiza um procedimento ou uma consulta recebe parte do valor pelo serviço prestado.

Quais são os tipos de comissão médica?

Existem alguns métodos para determinar a comissão de vendas de cada serviço, como: percentual fixo por atendimento e comissão por margem de lucro, por faturamento e por recebimentos.

Como o Feegow Clinic pode ajudar na comissão de vendas?

O Feegow Clinic torna mais fácil o cálculo da comissão de vendas. Assim, você pode deixar pré-determinada no sistema a porcentagem para cada tipo de serviço prestado

Categorias
Gestão para clínicas

O que é clínica ampliada, qual a relação com PNH e quais as vantagens?

Imagine oferecer atendimento com uma equipe completa de médicos, nutricionistas, fisioterapeutas e outros profissionais da saúde. A ideia de clínica ampliada está ligada a essa variedade!

Além de contar com diversas especialidades, ela também se baseia na humanização da consulta. É possível fazer tudo isso no presencial e também por meio da telemedicina.

Acompanhe o post e entenda por que promover esse serviço é tão importante!

O que é clínica ampliada?

A clínica ampliada está ligada a uma abordagem que facilita o diálogo entre médico e paciente, possibilitando um acolhimento integral. O diagnóstico deve ser pautado pela vulnerabilidade do indivíduo e sua história.

Devem ser oferecidas orientações clínicas que considerem condições:

  • Biológicas;
  • Sociais;
  • Psicológicas;
  • Políticas;
  • Ambientais.

Para promover esse tipo de atendimento, os profissionais e gestores da clínica precisam considerar a saúde de forma global, interdisciplinar e até integrativa.

Isso porque o objetivo é aumentar a autonomia dos pacientes, ajudando a fortalecê-los por meio de:

  • Conscientização do problema;
  • Visão da totalidade do contexto;
  • Colaboração entre os profissionais;
  • Prevenção de doenças;
  • Relação médico- paciente.

Possibilitar a prevenção, recuperação e reabilitação, com ações terapêuticas individuais e coletivas, é uma maneira de atingir este modelo que promove a qualidade de vida.

A clínica ampliada deve integrar diferentes profissionais da saúde para oferecer o melhor tratamento possível, criando um vínculo com seus pacientes. Além disso, a escuta e consideração pelos relatos do paciente ajudam a entender seus sintomas.

Política Nacional de Humanização

O conceito de clínica ampliada faz parte da  Política Nacional de Humanização (PNH) do Sistema Único de Saúde (SUS).

Uma das suas bases é o acolhimento, com a escuta qualificada e o entendimento das necessidades do paciente. Assim, é necessário fornecer as melhores tecnologias para chegar a um diagnóstico preciso.

Pensar que o acolhimento é responsabilidade de todos os profissionais envolvidos faz com que esse seja também um dos pilares da clínica ampliada.

Como funciona uma clínica ampliada?

A clínica ampliada tem como premissa um atendimento integrado entre as especialidades médicas e serviços de saúde. Para isso, podem oferecer atendimento complementar:

  • Psicólogos;
  • Nutricionistas;
  • Enfermeiros;
  • Fisioterapeutas;
  • Terapeutas ocupacionais.

Um dos principais pontos é que, neste modelo de atendimento, o médico não é a figura mais importante. Ele é um colaborador desta equipe multidisciplinar.

Isso evita a fragmentação do conhecimento e o tratamento de sintomas isolados, gerando uma visão mais ampla e amenizando os danos à saúde do paciente.

Mais do que atender, o objetivo é ajudar na investigação do diagnóstico, fazendo o cliente evoluir em seu tratamento.

A relação entre médico e paciente deve ser a mais humanizada possível para que a experiência seja positiva. Afinal, os profissionais envolvidos têm a responsabilidade de compreender que cada etapa de uma doença deve ser tratada de maneira diferente.

Assim, devem considerar o contexto do paciente, pois pode haver fatores que interferem no desenvolvimento do seu quadro.

A telemedicina também pode estar incluída no conceito de clínica ampliada. Por ela, você leva atendimento especializado a locais que não tenham fácil acesso, promovendo a democratização do acesso à saúde a áreas mais remotas do país.

Passo a passo para ampliar sua clínica


PNH disponibiliza uma cartilha com diretrizes para implementar a sua clínica ampliada. Vamos elencar alguns pontos importantes para que você comece a aplicar na prática:

  1. Crie uma equipe multidisciplinar para oferecer um atendimento mais completo;
  2. Forneça instrumentos tradicionais que também permitem abordagens adaptativas;
  3. Analise com sua equipe o modo como estão trabalhando e promova a escuta ativa;
  4. Faça perguntas da anamnese tradicional, mas permita que o paciente complete;
  5. Investigue com o seu paciente os fatores que influenciam a doença;
  6. Incentive ele a fazer atividades físicas, de acordo com a sua condição e limitação;
  7. Escute o que seu paciente tem a dizer sobre sua rotina e sensações;
  8. Tente promover a autonomia do paciente por meio do próprio cuidado diário;
  9. Utilize a telemedicina para disponibilizar consultas a distância.

Quais são as vantagens de uma clínica ampliada? 

A clínica ampliada traz vantagens para todos os envolvidos nessa abordagem.

Para o paciente, gera melhorias na saúde de modo geral. Caso possua alguma doença crônica ou necessite de um acompanhamento maior, ele pode ser orientado sobre como lidar com a patologia.

O tratamento multidisciplinar proporciona qualidade de vida e monitoramento prolongado.

Para o médico, oferece o conhecimento de outras áreas e a satisfação de colocar em prática a promoção, prevenção e reabilitação em saúde – as bases da saúde integral.

Desenvolver uma proposta terapêutica com outras áreas da saúde não apenas gera um olhar humanizado, como também agrega ao crescimento profissional e do negócio.

É certo que, para ambos, o diálogo aproxima e cria uma relação de confiança. Estes itens são extremamente benéficos para sua equipe e para a imagem da clínica.

Conte com o Feegow Clinic para oferecer mais

A telemedicina é uma solução que pode ajudar a manter o conforto de seus pacientes no atendimento. Isso porque facilita o envio de receitas, exames e outros documentos.

Outra possibilidade com o atendimento remoto é evitar a descontinuidade de tratamentos e acompanhamento de pacientes. Isso porque, em alguns casos, eles não podem se deslocar até o consultório e acabam interrompendo a profilaxia.

Dessa forma, um paciente que tenha dificuldade de locomoção, por exemplo, pode ser acompanhado a distância pelos médicos. Esta possibilidade vai ao encontro da humanização promovida pela clínica ampliada.

Assim, as pessoas não ficam desassistidas e os profissionais têm maior conhecimento do seu quadro clínico.

Com o módulo de Telemedicina do Feegow Clinic, realize consultas, monitore e acompanhe seus pacientes de forma simples e organizada.
Conheça nosso software e promova a ampliação da sua clínica também no virtual!

Perguntas frequentes:

O que é clínica ampliada?

A clínica ampliada está ligada a uma abordagem integral, junto com outros profissionais da saúde. Seu objetivo é promover o acolhimento humanizado.

Por que contar com uma clínica ampliada?

A clínica ampliada traz autonomia para o paciente e maior conhecimento integrado para os profissionais que praticam esta abordagem.

Quais são os diferenciais de uma clínica ampliada?

A humanização do diálogo aproxima e cria uma relação de confiança entre médico e paciente, proporcionando uma experiência positiva.

Este site utiliza cookies para otimizar a sua experiência de navegação!